25 de fev de 2013

Desenvolvimento Cerebral com a Música!


Estudos demonstram que a aprendizagem de algum instrumento musical é benéfico para o desenvolvimento cerebral!

 A música proporciona a neuro-plasticidade, ela age de uma forma inconsciente nos dois 
hemisférios cerebrais ao mesmo tempo, não há uma região especifica da música no cérebro, como por exemplo a área motora, visual e etc.

Ruud diz "A nossa música para além de ser um reflexo da identidade é a maneira de representar o sentido de nós mesmos, da nossa singularidade".







21 de fev de 2013

Musicoterapia na Gestação


Estive no dia 20/02/2013, participando do programa “Nosso Programa” pela segunda vez, falando sobre Musicoterapia na Gestação.

No sexto mês o feto tem uma maior percepção das sensações do mundo externo, pois todos os sentidos estão ativos e o córtex cerebral já se desenvolveu o suficiente para que exista a percepção do SNC seja tão avançado quanto à de um recém-nascido.

A música externa (o ambiente externo) modifica o ser biológico e o psíquico do ser humano para toda uma vida. Piaget já falava que o individuo se desenvolve na faculdade de se relacionar, que não está presente somente no nascimento da criança, mas sim desde o embrião,  pois o primeiro relacionamento é com a mãe ou do meio onde ele/ela (socialmente), pode alterar o estado de humor e toda a sua história de vida.

É importante termos a consciência que a música não só é importante para a emoção mais sim para uma construção de reações cognitivas, psíquicas, memória, social, biológica e espiritual, durante cada experiência de vida por toda a sua história.

Faça Musicoterapia, para que você e seu bebê vivam saudáveis...Todo ser é musical! 


clique na imagem acima e vejam todas as fotos



13 de fev de 2013

Musicoterapia aliada a Medicina


Na Revista online D24am do dia 08/02/2013 faz uma reportagem sobre a Musicoterapia como aliada da Medicina.

Cliquem na imagem e leiam a reportagem na integra



6 de fev de 2013

Avaliação de Musicoterapia para Alzheimer



Esta publicação está sendo promovida pelo Centro de referencia Estatal de atenção a pessoas com enfermidade de Alzheimer e outras demências, baseada em investigações desenvolvidas pela Mestre em musicoterapia da Universidade Pontifícia de Salamanca a coordenadora e responsável pela investigação Mª Elena González Ingelmo do Centro de Referencia Estatal de Alzheimer.
Publicado em 2012.

Clique na imagem e leia na integra o trabalho:






5 de fev de 2013

Memória Musical


Preservação da memória musical de um violinist professional amnésico. /
Preservation of musical memory in na amnesic professional cellist.


Cientistas estão chegando a um a parecer sobre a nossa memória para a música, que tem circuitos do cérebro diferentes único dos mecanismos que nos permitem lembrar o nosso professor de primeiro grau ou o jantar da noite passada.

Evidência disso pode ser encontrado em um recém-publicado estudo de caso da Alemanha, que olha para um violoncelista de 68 anos de idade, profissional que desenvolveu amnésia após um surto de encefalite. "Apesar de deficiências de memória graves", uma equipe de pesquisa de relatórios de neurologistas, "ele se apresentou com músicos saudáveis ​​em vários testes de memória de reconhecimento para a música."

Seu caso fornece evidências de que a música é recordado através de uma distinta rede do cérebro. Nomeação que exige sintonia um tipo de atividade cerebral, basta lembrar a melodia parece envolver o outro. A presença desta via sugere que a música tem sido uma parte importante da vida dos seres humanos por um longo, longo tempo.

Clique na imagem e leia o artigo completo: